Monday, October 19, 2009

Uma porcaria chamada horário de verão

O horário de verão começou oficialmente no último domingo. Seus defensores juram que todo o transtorno é justificável, em troca de 0,5% de economia de energia elétrica.

Nada de campanhas para a população economizar em casa, cortando o desperdício.

A arquitetura copiadora de modelos estrangeiros continua a exaltar prédios sem iluminação natural.

Prédio públicos continuam com suas luzes acesas sem necessidade.

Absolutamente nenhum incentivo é dado ao brasileiro que reduzir seu consumo diário de energia. Nada de desconto para quem comprovasse uma redução no consumo.

Mas quem é que ganha com o horário de verão?

O turismo. As pessoas ficam mais tempo nas praias e nos bares. Aumenta o consumo de bebidas e sorvetes. Ah, sim, todos eles precisam de refrigeração. E energia economizada terá então alguma serventia.

Se você acorda cedo o problema de adaptação é seu. Como devem ser seus também o mau humor, a indisposição e até dores de cabeça.

As crianças que tem problemas para acordarem mais cedo que se danem. O aprendizado prejudicado pelo sono - que está no horário certo- é algo secundário.

Mas o Brasil vai economizar 0,5% de energia elétrica.

E a Ambev vai vender mais cerveja, a Coca Cola mais refrigerante e a Kibon mais sorvete.

Essas grandes empresas anunciarão na TV, com as crianças na sala.

E o noticiário sempre terá o cuidado de defender que o horário de verão é bom para todo mundo.

E todos nós seguiremos, em nome de 0,5% de economia de energia elétrica. Acordando uma mais cedo.

Bovinamente no horário.

E quem reclamar, que receba o rótulo de chato. Pois nem isso é mais possível: a discordância.

5 comments:

Hedlla said...

Ha!
Eu fico revoltada pq minha família mora em Sergipe e eu tenho que esperar uma hora pra desejar feliz ano novo pro pessoal!

Mas tem um lado bom(ou não)...
muita gente no norte e nordeste não chega do trabalho a tempo em casa pra ver o Jornal Nacional!..(hehe)

Anageo said...

talvez te interesse************
***************************

Debate reunirá Venício Lima, Bernardo Kucinski e Luis Nassif
No próximo dia 22 de outubro, o Portal Vermelho reúne importantes expoentes da luta pela democratização da mídia no Brasil para o debate “A mídia hegemônica e a liberdade de expressão”.

Na ocasião, ocorrerá o lançamento do livro Diálogos da Perplexidade — Reflexões Críticas sobre a Mídia de Venício Lima e Kucinski. A publicação da Editora Perseu Abramo expõe o melhor do pensamento desses dois respeitados profissionais da comunicação, que têm muito a dizer sobre temas recorrentes no jornalismo praticado hoje.

O debate acontecerá na Rua Rego Freitas, 192, 6º andar e tem vagas limitadas. Por isso, é preciso fazer previamente a inscrição para participar do evento, através do e-mail comunicacao@pcdob.org.br ou do telefone (11) 3054-1800 (falar com Danielle).

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=117434&id_secao=1

Sérgio de Moraes Paulo said...

Ana,

agradeço muito a lembrança. Tenho o maior interesse em assistir. Verei se consigo.

Sérgio de Moraes Paulo said...

Hedlla,

esse é outro transtorno desse maldito horário de verão.

Em Londres said...

Querido titio Palpiteiro,

1. 0,5% de economia é coisa pra kct - principalmente por ser economia passiva.
(Pobre terráqueos de mais de 32 anos - A URV matou a memória inflacionária do mercado, mas não dos indivíduos, que continuam a ignorar pequenas cifras percentuais... emagreça 0,5% ao mês por 4 meses consecutivos, e perceba o q acontece c/essa bola de boliche que cresce por trás do nosso umbigo, hehehe!! é o sonho da maioria dos indivíduos um pouco(!!) acima do peso, como eu ;)
2. A estupidez é não fazer esses 0,5% tornarem-se 5 ou 10... Creio q o horário de verão poderia ser um super avanço, desde q se mantivesse a campanha pró-economia q se faz para justificá-lo (ou pra lembrar o povo mesmo): economizar é, d fato, uma das coisas mais difíceis do mundo, na minha opinião -> principalmente porque o fato d não economizar é algo que, d modo geral, passa batido (p. ex.: sou hiper militante nesse quesito; contudo, estava lendo seu blog, e a luz da outra sala estava ligada, assim como a TV (como são 3 da manhã, obviamente as meninas estão dormindo.. by the way, a Luiza acabou de fazer xixi na cama... a coitadinha ficou revoltadíssima - 3 aninhos e meio, e já c/ problemas existenciais)... realmente é mister sermos lembrados a todo o tempo da necessidade de economizar. Se utilizado convenientemente, esses 0,5% poderiam se tornar uma super máquina para um aprender a se reeducar - e q poderia ser o estopim de um grande processo revolucionário (ou seja: não vai ocorrer, hehehe!!)

3. Essa falta de conscientização é, pelo jeito, problema mundial; lembro q, na minha primeira incursão aqui na Terra da Rainha (2001-2), eu ficava extremamente revoltado com o descaso das pessoas c/ o desperdício de energia elétrica e com não-reciclagem; o último item melhorou um pouquinho (não o suficiente - ainda são bem piores q brasileiros que compartilham do mesmo patamar sócio-cultural da média daqui), mas o esbanjar de energia continua o mesmo.

3. As crianças mencionadas por Vossa Mercê: realmente é uma violência; entretanto, a idiotice está no horário normal - ou vai me dizer q não é violência ter que chegar às 7h na escola? (e não sei por que me veio à cabeça certas escolas cujos alunos poderiam chegar às 10h q o aprendizado continuaria em níveis nano...)

4. E o tiozinho do boteco vai vender mais cerveja e mortadela, e meu primo Clodoaldo vai vender mais picolé na praia. Coisa boa.

5. A BBC tem um canal infantil chamado CBeeBies - e que, das 6 às 11, tem programaçao simultânea c/ a BBC2, canal aberto; aqui, os desenhos são bem mais curtos q no Brasil (cada bloco, pela manhã, dura 5min, por 2 de comercial... e q comerciais!!! coitado de nós, pais!! minha sorte é que eu engambelo a Luiza fazendo ela mesma comprar os presentes-fetiches dela - e, no final, ela gasta bem menos do que eu gastaria, já q boa parte do cofrinho dela vai pra um outro cofrinho onde ela guarda o dinheiro para pagar a taxa d entrega que, segundo eu, o Papai-Noel porco-capitalista-apesar-da-roupa-vermelha-e-barba -branca cobra pra trazer o presente dela no final do ano).

36. Ambev, Kibon, Coca-cola, TV: o importante é continuarmos culpando os demônios, pra podermos continuar brincando de exorcistas.

37. O Horário de verão é, pra mim, essencial pra melhor compassar a relação horário-claro-escuro. Não vejo a hora de acabar o horário de verão aqui, pois não dá pra 7 da manhã ainda estar tão escuro. Mas, como sou camarada pra carai, posso apoiar o senhor em uma campanha para manter o horário de inverno daí) e ainda adiantar uma hora a mais ao horário oficial. Pró-descompasso, em nome da satisfação do camarada :-)


37. A discordância é possível sim - olha eu aqui. Mas o rótulo de Chato é inevitável.
Chato.

(Duas perguntinhas pessoais - pode respondê-las convenientemente via e-mail, caso queiras: i. vc encontra o camarada Dimas, professor de História, em alguma das salas de professores? ii. e aí, não quer aproveitar a hospedagem gratuita e começar a programar uma viagenzinha pra cá não? Cabe a família toda...)